quinta-feira, 14 de abril de 2011

Otelo, o corporativista

"Otelo Saraiva de Carvalho lembrou que o movimento dos capitães iniciou-se precisamente por «razões corporativistas»,"


O Lidador sempre tem insistido nesta tese.

.

4 comentários:

LGF Lizard disse...

Mas ainda acreditavam que o Movimento do Capitães iniciou-se para dar a liberdade a Portugal?

A ideia de dar a liberdade a Portugal só surgiu depois. E mesmo assim, foi preciso fazer o 25 de Novembro. Sim, porque muitos dos Capitães de Abril ficavam felizes por substituir a ditadura salazarista por uma ditadura comunista.

Tarzan disse...

Sim, essa tese é desde há muito um tabu na sociedade portuguesa.

LGF Lizard disse...

Um comentário engraçado na caixa de comentários desta notícia no Sapo.pt:

"Acho graça e muita graça,estes pulhas de Abril,agora, só agora, virem a público comentarem o estado da nação !! Enquanto, as reformas milionárias mensalmente, lhes eram atribuidas, andaram anos e anos caladinhos, agora, estão com o cú também penhorado, já vem para a comunicação social afirmar que são precisos 800 soldados para tomar conta deste triste país !!
Capitâes de Abril, uma questão ?
Que andaram voçês a fazer durante todos estes anos ?? A MAMAR POIS CLARO ...."

cyndy disse...

concordo plenamente com LGF Lizard.
Mas acrescento: a diferença de vencimentos entre os da metropole e os que prestavam serviço na guerra colonial( que nos arruinou humana e financeiramente)gerou um desconforto entre eles que deu inicio ao movimento, com outros interesses é claro e basta ver os governos provisórios no pós-25de Abril e os políticos eliminados.
ditadura militar quem viveu de 1926/1928 sabe o que significa.