segunda-feira, 6 de junho de 2011

Do que não vi

PPC canta. Canta.

Heresia. Um gajo "ultra-neo-liberal (desenfreado)" não pode dar-se com as artes nem com a literatura. São coisas incompatíveis. Impossível. O que vi agora, não vi.

Sem comentários: