terça-feira, 21 de junho de 2011

Estados Unidos da Europa: Pois claro ...

Via Blasfémias:
The real problem is political and cultural. There is not a strong enough common political identity in Europe to support the single currency.
O que se tem vindo a afirmar há anos, aqui, no Fiel Inimigo.

Actualização: David Cameron dá «graças a Deus» por estar fora do Euro
.

2 comentários:

Pinto de Sá disse...

Subscrevo inteiramente, claro!
Mas já que lá estamos e agora é difícil sair, quiçá cinicamente penso que nos devemos portar bem e tentar tirar todo o proveito possível da Europa, se ainda houver algum proveito a tirar, mas com os olhos postos no horizonte lusófono, nosso destino e identidade de meio milénio!
Como faziam os comunistas: defendiam a "democracia" para, estando nela, melhor prepararem a ditadura do proletariado :-))...

RioD'oiro disse...

O mínimo que tínhamos a fazer era manter a coesão, independência e autonomia de Portugal (económica, política, etc). O contrário do que tem vindo a ser feito ... não inocentemente.