quinta-feira, 21 de julho de 2011

Esse esqueleto não é meu XVII

Governo Sócrates transferiu em Junho mais 590 milhões de euros para os parceiros público-privados?...

A «regularização no mês de Junho de responsabilidades financeiras do Estado a concessionárias de infra-estruturas rodoviárias» (p. 10 da Síntese), num montante que chega a «590,3 milhões de euros» (p. 12 da Síntese) foi anterior à posse do novo Governo (21 de Junho de 2011)? Esse dinheiro foi pago a quem? Se foi ainda o Governo socialista isso constituiu um último acto de esvaziamento dos cofres do Estado para os parceiros público-privados em detrimento de outras dívidas e necessidades. Não pergunto porquê, pois a resposta é óbvia. Entendo é que a auditoria às contas públicas é absolutamente indispensável para a recuperação moral (e financeira...) do Estado.

Como diz o Espectador Interessado, "Não se esqueçam de anotar que a culpa, claro, foi/é/será das agências de rating e, muito em particular da Moody's."

-

Sem comentários: