quinta-feira, 7 de julho de 2011

Partido suíço quer banir PowerPoint para melhorar a produtividade

No 4R,
Por cá estamos ainda na fase larvar de banir dos primeiros ciclos de aprendizagem as calculadoras que entorpecem o raciocínio. Mas os suíços estão mais além no revisionismo pós-moderno. Recordados que o seu êxito industrial muito se deveu à perícial manual dos mestres relojoeiros fundaram um partido para acabar com a improdutividade provocada pelo...powerpoint! É que vem contado aqui.

34 comentários:

José Damião disse...

"Por cá estamos ainda na fase larvar de banir dos primeiros ciclos de aprendizagem as calculadoras que entorpecem o raciocínio"

O melhor é recuar mais para tras para a destreza manual também, a lousa e o lapis de pedra. Além de que é economico apaga e escreve.

RioD'oiro disse...

"O melhor é recuar mais para tras para a destreza manual também,"

Exactamente. As pívias não são suficientes para aprender a usar uma fita métrica ou saber para que lado se aperta uma porca normal.

"a lousa e o lapis de pedra. Além de que é economico apaga e escreve."

E é verde. E é mais fácil porque o lápis de pedra escreve com qualquer das pontas. A esferográfica é muito mais complicada para a bezerrada.

Depois há o problema daquelas coisas que parece que também se podem escrever sem ser no computador ...

José Damião disse...

Bem isso é que dá quando o cerebro é do tempo da pedra lascada. Conheço pessoas que fazem contas de cabeça bastante rapido mas ainda não sabem meter os dados num computador e contabilizar numa folha de calculo, suponho que num caderno quadriculado saibam fazer isso.

RioD'oiro disse...

"ainda não sabem meter os dados num computador e contabilizar numa folha de calculo"

Exactamente o que não sabem a generalidade dos que saem do 12º e/ou entram nas faculdades. Não sabem, aliás, usar uma calculadora como não sabem distinguir uma calculadora de uma máquina de fazer contas.

http://fiel-inimigo.blogspot.com/2011/02/23x525.html

.

José Damião disse...

"Exactamente o que não sabem a generalidade dos que saem do 12º”

Ora era ai que eu queria chegar, (as geraçoes mais atrás são já um caso perdido) um bom motivo para os por a aprender simultaneamente com a ferramentas comtemporaneas e não com as da pedra lascada, ve como entendeu. Aleluia irmaos

RioD'oiro disse...

"simultaneamente com a ferramentas comtemporaneas"

Falso. Ninguém aprende a trabalhar com um torno mecânico sem aprender a trabalhar cm a caraveira e o nónio e ninguém aprende a trabalhar com o nónio sem aprender com a fita métrica e a régua.

E ninguém aprende nada disto sem saber converter metros em milímetros e centímetros em micrometros, sem aprender a multiplicar e dividir, sem ser capaz de fazer, de cabeça, contas de lana-caprina.

Essa da "aprendizagem com instrumentos modernos" é uma treta. Apenas isso: uma treta.

José Damião disse...

Vá va va dar a volta ao torno e a isto também:

"Exactamente o que não sabem a generalidade dos que saem do 12º e/ou entram nas faculdades"

Ainda não entendeu o que escreveu irmão? irra

RioD'oiro disse...

Caro JD,

Ou você não sabe ler ou faz-se de parvo ou é parvo.

José Damião disse...

"converter metros em milímetros e centímetros em micrometros"

O meu telemovel ate tem um conversor que faz isso tudo e mais temperaturas também, e para medir distancias um laser. preciso la de uma fita metrica pendurada na cinta ou um lapis na orelha. irra

RioD'oiro disse...

O seu telemóvel pode ter isso tudo. Mas no mundo real um gajo que não seja capaz de fazer as operações que exemplifico em duas décimas de segundo é despedido recebendo como indemnização o telemóvel enfiado no cu.

José Damião disse...

É tramado no mundo real, quem não saiba meter os dados numa maquina esta tramado mesmo, é comido pela máquina, eh eh eh.

Va, va la apertar o torno, e olhe não esqueça a fita e o lapis. sera azul

RioD'oiro disse...

Caro JD,

Você é aquilo a que se chama um cretino militante. Se trabalhasse em mecânica ficaria horas agarrado ao telemóvel. Já os seus colegas teriam ido jantar e anda você estaria agarrado ao telemóvel a fazer contas que não saberia quais, para que serviriam ou onde as aplicaria. E no fim seria incapaz de distinguir uma broca de outra (À excepção das outras tipo ganza).

O "profissional" tipo "nada sabe, mas sabe como há de saber ... só não sabe quando".

Aquilo a que se chama um troll ou, em linguagem da época das penas, um aselha.

José Damião disse...

Ah agora esta amostrar uma nova qualidade psicologo dos comentadores.

Não esqueça o torno a fita e o lapis

aleluia irmãos

José Damião disse...

olhe para si fresquinha como a sardinha viva

"A CP anunciou hoje que vai manter a ligação internacional entre Porto e Vigo, depois da congénere RENFE ter acedido a suportar os custos do serviço em território espanhol"

sem tornos nem fitas metricas sabe-se la se lapis azul.

aleluia irmão

RioD'oiro disse...

Não é preciso ser psicólogo. Basta conhecer bem a malta doa amanhas que cantam:

http://www.youtube.com/watch?v=4tXnwttQ84I

.

RioD'oiro disse...

Na "europa" é assim: compra-se o prejuízo uns dos outros.

Os espanhóis acabam de poupar umas massas com o fecho da linha de TGV cujas luminárias tinham previsto 2000 passageiros por dia mas que, bem contadinhos, não passavam de 1 dezena. Sabe quanto é 1 dezena sem recorrer ao telemóvel?

José Damião disse...

o pá ao menos se inteligente ao minimo de entenderes esse psicologo como pejorativo a tua pessoa

e agora olha não tenho tempo para te aturar mais, vai la almoçar vai.

aleluia aleluia.

José Damião disse...

pois o mal repartido pelas aldeias sempre custou menos a suportar

RioD'oiro disse...

"pejorativo a tua pessoa"

E quanto diz o seu telemóvel que é uma dezena?

RioD'oiro disse...

"pois o mal repartido pelas aldeias sempre custou menos a suportar"

Já a União Soviética fazia o mesmo com as suas "aldeias".

José Damião disse...

Ah! isso era na união sovietcia assim? olha ve tu

no meu dicionario diz:

"partilhar tarefas difíceis ou responsabilidades com outras pessoas"

Neste caso a renfe assumir as suas responsabilidades do lado espanhol ja que o material circulante e desgaste continua a ser portugues.

o que a ideologia faz a estes tipos, que não sabem quanto é uma dezena num telemovel

irra para a nabice

aleluia irmão

RioD'oiro disse...

Coisas de enciclopédia de telemóvel. O prejuízo diluído passa a lucro. E quanto mais diluído mais prejuízo aguenta e mais lucro há.

José Damião disse...

Ah! agora sim , fez-se entender.
O homem esta a pensar nos principios da homeopatia aplicados a economia.

Não te esqueças do torno.

Aleluia irmão.

RioD'oiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
RioD'oiro disse...

O "recurso didáctico -> telemóvel" é seu. O meu serve apenas para falar com gente.

Como calculadora uso esta: http://en.wikipedia.org/wiki/TI-92_series

para além de meia dúzia de computadores dos mais diversos tipos. Este, por exemplo:http://www.np.edu.sg/alpha/nbk/H83062F/Doc/H8BriefNote.PDF

RioD'oiro disse...

Além desta:
http://www.rskey.org/detail.asp?manufacturer=Texas+Instruments&model=SR-56
que ainda funciona.

José Gonsalo disse...

Por acaso alguém sabe que o país com maior nível de automação da produção industrial, com os conhecimentos técnico-científicos e a excelência de produtos que se sabe, o Japão, continua a utilizar nas salas de aula o tradicional quadro preto? Seria bom interrogá-los sobre questões pedagógicas.

José Damião disse...

eu bem lhe chamo a atenção para o torno agora esmagou um dedo e desatou a dizer disparates, tem cuidado com o torno. CUIDAADO OLHA O OUTRO DEDO AHHHH.

aleluia irmão

RioD'oiro disse...

Os tornos que interessam são estes:

http://www.google.com/search?q=torno+mec%C3%A2nico&hl=en&client=firefox-a&hs=BIs&rls=org.mozilla:en-US:official&prmd=ivnsb&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=vhMXTvObAZOxhAe2lfjMBQ&ved=0CDUQsAQ&biw=981&bih=513

(para começar)

José Damião disse...

É pá olha bem onde poes os dedos "irmão".

Cuidado com o torno, a fita métrica e o lápis va que não va.

aleluia irmão

RioD'oiro disse...

Deixe-se de irmandades, tire a calculadora de onde eu lha meti e veja se aprendeu alguma coisa.

E como têm corrido as magnas indignácaras "assembleias populares"? Está esperançado que me vá entretendo consigo e esqueça as magnas estrelas vermelhas e respectivas espojas?

José Damião disse...

olha o torno irmão. Pega la na fita metrica e lapis e aprende as estaçoes e apeadeiros todos da linha do minho.

ahhhhh cuidado com o dedo

aleluia irmão.

RioD'oiro disse...

Caro JG,

Este JD é especialista em métodos de aprendizagem. Tem até, refere ele, um telemóvel capaz de converter metros em milímetros "e mais temperaturas também".

José Damião disse...

Ó pa, desaperta la o torno,e liberta os dedos ( a menos que sejas masoquista) estás em sofrimento permanente e só dizes asneiras.

Aleluia irmão.