sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Quanto mais estado mais dinheiro torrado - Emissões em DAB da RTP às urtigas

Há talvez uns 10 anos a então RDP (Radiodifusão Portuguesa entretanto enjaulada no saco sem fundo da RTP) implementou uma rede de emissores de som digital, a rede T-DAB - Terrestrial Digital Audio Broadcast.

A implementação era completamente disparatada por duas razões: os tradicionais receptores de FM com RDS abarcavam as expectativas, o eventual melhoramento na qualidade de som era absolutamente irrelevante face às malfeitorias que nos estúdios lhe aplicam.

Gastaram-se milhões de contos em equipamento (já para não falar em re-investimentos e upgrades), em publicidade e electricidade consumida em anos de emissão e .... alguém conhece alguém que tenha um receptor de DAB?

Em Abril último a (agora) RTP decidiu suspender a emissão digital porque os custos eram astronómicos especialmente porque apenas mia dúzia de caramelos têm tais receptores, a maioria, provavelmente, promotores do "projecto".

Quem é responsável por mais esta torra de dinheiro do contribuinte?

Relativamente aos poucos que comparam receptores de DAB, virão a ser ressarcidos pelo abandono das emissões?

Sem comentários: