sexta-feira, 7 de outubro de 2011

A conta-calada

No Luz Ligada:
A 9 dias da apresentação do Orçamento de Estado 2012 diz o Diário Económico que o governo não sabe como evitar a subida do preço da electricidade em 30% para consumidores domésticos e 55% para empresas. Relembre-se que a subida do IVA que acontece este mês não afecta as empresas, que o conseguem deduzir, porém o aumento previsto para 2012 incide sobre a própria tarifa.

1 comentário:

Bruno Carmona disse...

Parece que também este governo não quer tocar na produção em regime especial, aquela que verdadeiramente encarece o preço da electricidade.