segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Palavras proibidas

A Google auto-infestou-se em militância aquecimentista que se dedica, entre outras acções terroristas, a censurar.

Outra das zenitais "missões" dos mesmo idiotas é a "luta" contra quem não alinha pelo homossexualismo.

.

3 comentários:

Azrael disse...

Custa-me a crer que a google tenha essa agenda oculta.

Não será antes uma forma do WUWT se auto-promover instrumentalizando os seus leitores?

Também me custa a crer mas, a ser verdade a primeira opção, todo o negócio da google seria posto em causa porque a ordem dos seus resultados mais do que blogues e opiniões, influenciam quem ganha e perde mercados inteiros por aparecer (ou não) nos primeiros resultados de uma pesquisa.

Acho que é um assunto muito sério para a google se sujeitar a influenciar por questões ideológicas...

RioD'oiro disse...

Caro Azrael,

Poucas são as empresas que se atrevem a estar fora dessa questão ideológica em particular.

Dessa e dos homossexuais. Neste caso, já várias vezes ouvi essa acusação. Quando voltar a apanhar a ponta do novelo deixo aqui nota.

Azrael disse...

Ok, agradeço.

Também me lembrei que há outra possibilidade. A de que nem o google nem o WUWT são culpados desses resultados. Pode ser apenas a preferência dos utilizadores ou então, manipulações e explorações do algoritmo do motor de pesquisa do google.

Há até empresas especializadas nisso. Imagino que a pesquisa por "global warming" e afins gere um tráfego astronómico. Para além disso, há muita gente com interesse em ser a autoridade escutada quando esse assunto está em cima da mesa.

Quantas empresas, partidos, ONG's não estariam dispostas a pagar largas somas de dinheiro (não à google mas às empresas que fazem a manipulação) para favorecer os seu resultado no topo de uma pesquisa dessas em detrimento do WUWT e outros semelhantes?