quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

As "renováveis" e a escravatura - II

Confirma-se o que eu aqui dizia. A ERSE (via EcoTretas) confirma-o agora:
Para o estabelecimento das tarifas de 2012, estima-se que o consumo de energia eléctrica se situe cerca de 3% abaixo do valor homólogo de 2011.

Parte considerável dos custos a recuperar pelas tarifas são custos fixos que não variam com o consumo de energia eléctrica. Estes custos correspondem, essencialmente a: (i) investimento em infraestruturas de redes; (ii) custos de interesse económico geral e de política energética e (iii) ajustamentos tarifários referentes a anos anteriores.

Nessa medida, quando há uma diminuição do consumo de energia eléctrica verifica-se o aumento destes custos por unidade de energia eléctrica.

Sem comentários: