sábado, 14 de janeiro de 2012

A "europa" dos sacristães


Evidentemente que este meu artigo resultou de uma dica da Mossad que, como se sabe, para além de merecer toda a respeitabilidade se mantém bem informada.

De uma forma ou outra, aposto que não é ainda desta que os europeus se apercebem que para garantir a Europa da liberdade há que enterrar a "europa" do social, da fraternidade e da igualdade.

Entretanto a comunicação social tem mantido uma cortina de fumo relativamente aos detalhes do downgrade. Aqui ficam os pormenores:

http://www.standardandpoors.com/ratings/articles/en/us/?articleType=HTML&assetID=1245327294763

Bruxelas continua agarrada ao tacho tentando evitar ser imolada na pira de regulamentação que a todos sufoca.

Segundo dicas igualmente da Mossad, não está prevista a discussão no parlamento francês de legislação criminalizando o negacionismo da hecatombe europeia. Mesmo assim o governo francês já afirmou cobras e lagartos relativamente a um a coisa que considera irrelevante.