quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Os "Private Dancer" da III República

As declarações citadas neste post do Alexandre Borges no 31 da Armada


11 de Agosto de 2011
José Silva Rodrigues: "A fusão entre a Carris e o Metro é uma coisa sinistra."

24 de Janeiro de 2012
José Silva Rodrigues: "Estou disponível, como sempre estive, para servir o Estado." - Presidente da Carris não descarta integrar uma futura administração da empresa que resultar da fusão entre a Carris e o Metro de Lisboa



… lembram-me uma "estória" cantada em que a certa altura alguém pergunta “Tell me, do you want to see the shimmy again?”

A este respeito, vale a pena acrescentar que os diversos "private dancers" da III República são, por regra, menos alarves, mais discretos.

Sem comentários: