segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

PALEIO DE GANGSTER…

 

Durante a última partida de futebol entre o Barcelona e o Real Madrid, ganha pela melhor equipa do mundo por 2-1, um insurrecto calcou propositadamente a mão do melhor jogador do mundo depois de este ter sido rasteirado por um jogador da equipa do insurrecto.

O árbitro mostrou o cartão amarelo ao jogador que passou a rasteira ao melhor do mundo e o insurrecto, que devia ter sido imediatamente expulso, ainda teve a lata de protestar junto do árbitro!

Note-se que o insurrecto conseguiu a nacionalidade portuguesa e joga neste momento na selecção nacional…

O treinador do insurrecto, que parece ser uma pessoa muito especial, diz que nada viu, ilibando-se assim de qualquer tipo de responsabilidade. Isto já em si é grave, mas o pior é o treinador português dizer coisas incompreensíveis, num dialecto que já poucas pessoas falam: barranquenho… 

Sem comentários: