terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

O Empregado de Mesa Não Era Grego

Num jantar público, por acidente o empregado de mesa deixou cair um copo de cerveja nas costas da chanceler alemã:



O empregado de mesa não era grego, porque se fosse:
- tinha entornado a cerveja de propósito:
- dizia que a culpa era da senhora Merkel;
- exigia uma indemnização por perdas e danos;
- começava a gritar: “os teus avós entornaram leite na Grécia; pede-me desculpa já."

O empregado de mesa, tal como Merkel, só pode ser alemão porque, para um para outro, depois da asneira feita, a vida continua.

Sem comentários: