quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Quando o assunto começa a fazer parte das preocupações do Nouvel Obs, ...

[De um leitor atento que não sei se pretende ser identificado, recebi este mail]

Quando o assunto começa a fazer parte das preocupações do Nouvel Obs, então é porque a coisa está a atingir patamares de extrema gravidade.

Sabia que as jovens mulheres muçulmanas exigiram ser isentas das aulas de Biologia e Desportos, não sendo penalizadas nas suas notas finais?
(Fonte: Nouvel Obs)

- Sabia que os muçulmanos têm horários próprios que lhes são reservados exclusivamente para as piscinas?
(Fonte: Análise da Política)

- Sabia que as estudantes muçulmanas, no exame, conseguiram que legalmente possam ser acompanhadas por seus maridos e examinadas por uma mulher?
(Fonte: Nouvel Obs)

- Sabia que uma associação de muçulmanos, na Universidade de Paris, põe em causa o direito de um professor de "cultura ocidental" para julgar o trabalho de um estudante muçulmano?
(Fonte Express)

- Sabia que os muçulmanos estão a lutar por conseguir a abolição do Natal, em algumas escolas primárias?
- Sabia que os estudantes muçulmanos, usando como desculpa a lei da laicidade, pedem a remoção de árvores de Natal em várias escolas, mesmo nos jardins de infância?
(Fonte: Le Parisien)

- Sabia que os muçulmanos procuram obter a proibição de comer carne nas escolas francesas, onde eles são maioria?
- Sabia que os muçulmanos estão a exigir licença adicional, para as suas férias islâmicas?
- Sabia que os muçulmanos exigem salas de oração nas nossas escolas, nos liceus, ginásios e universidades?
- Sabia que os muçulmanos estão a exigir a amenização dos seus horários nas escolas, universidades e locais de trabalho, para a prática das suas cinco orações diárias?
- Sabia que os muçulmanos exigem uma revisão dos nossos livros de história, para incluir a história do seu país e da sua religião?
(Fonte: Nouvel Obs)

- Sabia que nos nossos livros didácticos, serão excluídas todas as referências a Charles Martel ou à Joana d´ Arc, a fim de não ofender os muçulmanos franceses?
- Sabia que os funcionários públicos muçulmanos exigem trabalhar com um chador?
- Acredita que médicas e estudantes de medicina muçulmanas exigem apenas tratar as mulheres?
(Fonte: Le Monde, Le Figaro)

- Sabia que os médicos são espancados se tratarem as mulheres muçulmanas, sem o consentimento de seus maridos
(Fonte Le Monde, Le Figaro)

- Sabia que nas faculdades, predominantemente franco-africanas do Magrebe, existem inscrições: "Morte aos Judeus", "Morte aos cristãos" ou "Viva o Bin Laden?
- Sabia que durante as manifestações contra a guerra no Iraque, alguns "pacifistas" muçulmanos exibiam retratos de Bin Laden ou Saddam?
(Fonte: As Verdades 4)

- Sabia que o selvagem chamado Djamel, que queimou viva a jovem Sohane, foi aclamado na sua cidade de Val de Marne, durante a sua presença na reconstituição dos factos?
(Fonte: JT de France 2)

- Sabia que os jovens negros e muçulmanos que queimaram vivo um guarda de segurança branco, num supermercado em Nantes (2002), não sentiram remorsos e mostraram-se orgulhosos?
(Fonte: Depoimento de advogado)

- Sabia que um manual de boas condutas " lícitas e ilícitas no Islão", vendido em França durante 10 anos, explica como um bom muçulmano deve bater na sua esposa: 'com a mão','chicote' ou 'pedaço de madeira?"
(Fonte: L'Express)

- Sabia que patrulhas de milícias islâmicas andaram nas ruas de Antuérpia e noutros lados para "monitorar maus policiais racistas brancos" e aplicar a sua própria lei?
(Fonte: Libération)

- Sabia que a nova legislação exigirá que a polícia, o exército e o serviço civil em geral, contratem com prioridade jovens imigrantes, tendo assinado com 35 empresas na França, (Televisão, Peugeot, grupos de alimentos e Casinos), um acordo para contratarem preferencialmente pessoal estrangeiro?
(Fonte: Governo e Sindicatos).

- Sabia que nas escolas secundárias as muçulmanas vestem as túnicas antes de ir para o quadro, para não despertarem qualquer desejo?
Que nas escolas primárias os pais muçulmanos recusaram deixar as suas filhas na classe de um professor substituto, devendo ser uma mulher a substituir a outra mulher professora? A escola teve que criar um compartimento sem janelas, para reconhecer as mães, cobertas da cabeça aos pés, antes de lhes entregarem os seus filhos?
(Fonte: Le Monde, 09/07/04)

- Sabia que nas escolas primárias, os alunos têm dois banheiros e torneiras separados, sendo uma reservada para 'muçulmano', e outra para 'francês' ou um funcionário local? Exigem que haja vestiários separados nos ginásios, porque, segundo eles, um circuncisado não pode despir-se ao lado de um impuro?

(Fonte: Le Monde, 09/07/04)

- Sabia que em outras comunidades religiosas (judeus, hindus, budistas, etc.) não há nenhuma reivindicação deste tipo ou equivalente? E nós, por agora e por poucos anos mais, a maioria, será que teremos que nos render e estar ao serviço, satisfazer, pagar e dar prioridade a este tipo de minoria?

Segundo estudos sérios, se nada mudar e não houver um movimento forte e sério, estaremos, e não por livre vontade, completamente islamizados.....
Era isso que afirmava Kadafi, a lenta islamização da Europa sem violência ...

Já pensaram se alguma destas situações era possível nos países deles?

Levanta-te EUROPA !

Paremos de pôr a ordem deles em nossa casa !

O Presidente Francês Sarkozy, está neste momento a lançar um debate sobre estas inadmissíveis exigências dos muçulmanos, e o que é ser francês, mas poderá ser já demasiado tarde...

10 comentários:

O Raio disse...

Sou a favor da imigração mas de nenhuma forma sou a favor da submissão à religião, cristã, muçulmana ou outra.
Nós, na Europa, fomos brutalmente escravizados pela religião cristã, em particular pela católica, durante séculos. Revoltamos-nos e hoje, o cristianismo, na Europa, não passa de um tigre de papel.
Não vejo que se recue no tempo e abaixemos as calças perante os muçulmanos.

Paulo Porto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LGF Lizard disse...

A ser verdade, Putin sabe mais a dormir do que os ocidentais acordados.
É conhecida a noticia (falsa?) onde consta que os sauditas terão pedido a Putin autorização para construir uma mesquita em Moscovo. Putin disse que sim, desde que fosse possível construir uma igreja ortodoxa em Riade....

Pode ser que o europeus, fartos de multiculturalismo, abram os olhos.

Miguel Madeira disse...

Diga-se que só duas dessas fontes são conferíveis (aquelas que têm a data) - não estou a dizer que sejam mentira (a do manual de boas condutas já a vi referida em muitas fontes insuspeitas, pelo que estou certo que é verdadeira), mas não me parece que um e-mail por si só sirva de prova.

O-Lidador disse...

"Nós, na Europa, fomos brutalmente escravizados pela religião cristã, em particular pela católica"

Notável. O poste é sobre uma lawfare islâmica e o comentador não consegue deixar de tentar relativizar, ainda por cima com hipérboles simplistas, referindo uma religião que nada tem a ver com o assunto do poste.

O que é que uma coisa tem a ver com a outra, Raio?
O facto de eu ter dado um pontapé numa pedra, tem alguma relação com a derrota do Porto?
Porquê essa necessidade de relativizar e, de alguma forma, tentar desculpar?
Não cosegue dizer que o Islão é mau sem, na mesma frase, prestar lip service à correcção política dominante?

Miguel Madeira, ignoro de onde vem o mail, mas o que lá vem é facilmente traçável.
Há um site americano (Jihad Watch),escrito por um especialista no Islão (Robert Spencer),autor de vários best-sellers sobre o assunto, e que recolhe notícias várias sobre aquilo que ele chama a stealth jihad. Tudo muito bem referenciado e depois comentado à luz da doutrina.

O-Lidador disse...

"Sou a favor da imigração mas de nenhuma forma sou a favor da submissão à religião"

Ou seja, acredita em sol na eira e chuva no nabal.
Provavelmente irá ter exactamente o contrário.
Enquanto esta gente não entender que a imigração islâmica acarreta com ela um grupo humano cujos valores são inconciliáveis com os nossos e que, a prazo, acabará por nos destruir, nada a fazer.

O-Lidador disse...

A propósito recebi este email sobre os muçulmanos:

Eles não estão felizes em Gaza.
· Eles não estão felizes na Cisjordânia.
· Eles não estão felizes em Jerusalém.
· Eles não estão felizes em Israel.
· Eles não estão felizes no Egito.
· Eles não estão felizes na Líbia.
· Eles não estão felizes na Argélia.
· Eles não estão felizes na Tunísia.
· Eles não estão felizes em Marrocos.
· Eles não estão felizes no Iêmen.
· Eles não estão felizes no Iraque.
· Eles não estão felizes no Afeganistão.
· Eles não estão felizes na Síria.
· Eles não estão felizes no Líbano.
· Eles não estão felizes no Sudão.
· Eles não estão felizes na Jordânia.
· Eles não estão felizes no Irão.

Onde os muçulmanos estão felizes?

Eles estão felizes na Inglaterra.
Eles estão felizes na França.
Eles estão felizes na Itália.
Eles estão felizes na Alemanha.
Eles estão felizes na Suécia.
Eles estão felizes na Holanda.
Eles estão felizes na Dinamarca.
Eles estão felizes na Bélgica.
Eles estão felizes na Noruega.
Eles estão felizes em U.S.A.
Eles estão felizes no Canadá.
Eles estão felizes na Romenia.
Eles estão felizes na Hungria.
Eles estão felizes na Austrália.
Eles estão felizes até no Brasil.

Eles estão felizes em qualquer outro país no mundo que não está sob um governo muçulmano.

E quem eles culpam?

· Não o Islão.
· Não a liderança deles.
· Não a si mesmos.
Culpam os países onde estão vivendo livremente e bem.
Isso é tão verdadeiro ... A democracia é realmente boa para eles:
Em uma democracia que eles podem viver confortavelmente, aproveitar a alta qualidade de vida que eles não construíram e nem trabalharam para ter. Podem manter seus costumes, desobedecem às leis, exploram os serviços sociais, fazem paródias de nossa política e de nossos tribunais. Geralmente, mordem a mão que os alimenta.
A questão é contraditória, paradoxal ! Eles tentam trazer seu sistema de vida falido e querem transformar os países que os acolheram no país que abandonaram em busca de uma vida melhor?

Dá para entender esta gente?

O-Lidador disse...

Há aliás um filme, (Third Jihad) narrado por um muçulmano americano e usado no assessment e no treino da policia da NY ( e contra o qual o CAIR veementemente protesta), que faz um bom resumo do que está em causa, nos EUA.
Na Europa, é bem pior

http://www.thethirdjihad.com/

EJSantos disse...

Ola RIOD'OIRO.

Não havia problema, podia perfeitamente identificar-me. Remeti este mail para todos o meus amigos.

Estes cretinos da idade média são tiranizados nos seus paises de origem e sonham vir para o Ocidente. Chegam aqui, em vez de aprender a viver uma nova vida, continuam com as cretinices tirânicas a que estavam acostumados, e ainda por cima querem nos impingir essa merda a que, erroneamente, chamam religião...

Infelizmente, ainda há muito boa gente a dormir...

Cumprimentos

EJSantos

EJSantos disse...

Ola RIOD'OIRO.

Não havia problema, podia perfeitamente identificar-me. Remeti este mail para todos o meus amigos.

Estes cretinos da idade média são tiranizados nos seus paises de origem e sonham vir para o Ocidente. Chegam aqui, em vez de aprender a viver uma nova vida, continuam com as cretinices tirânicas a que estavam acostumados, e ainda por cima querem nos impingir essa merda a que, erroneamente, chamam religião...

Infelizmente, ainda há muito boa gente a dormir...

Cumprimentos

EJSantos