quarta-feira, 9 de maio de 2012

França: Demografia e Democracia

Sairam ontem em França várias sondagens que comprovam que 90% dos muçulmanos votaram em François Hollande.
Dada a estreita margem de vitória de Hollande, é óbvio que o voto muçulmano foi decisivo.
Esta estranha aliança entre esquerda e islão, é um fenómeno que se vai tornando comum em toda  a Europa e determina as maiorias em vários países, com os nórdicos à cabeça.
Os muçulmanos votam nos partidos de esquerda,  e os partidos de esquerda impulsionam políticas de imigração que multiplicam o número de muçulmanos nos respectivos países.
Ou seja, ao aplicarem politicas de imigração que promovem o multiculturalismo forçado, os partidos de esquerda estão, na prática, a importar milhões de votos e a garantir melhores probabilidades de se manterem no poder.
Uma "win-win situation".
Quem perde?
Os indígenas dos respectivos países que, estupefactos, vêm o seu futuro ser determinado por oportunistas e alienígenas.

Sem comentários: