sábado, 8 de setembro de 2012

Tira aqui põe ali

[Deixei este comentário no FaceBook do Professor Ramiro Marques]

"Os trabalhadores do estado e do setor público ficam na mesma; is trabalhadores do setor privado têm uma redução salarial de 7%."

Não será exactamente assim.

À entidade patronal, descontar esses 7% e entregá-lo ao estado ou ao trabalhador é a mesma coisa. É despesa.

Vão seguir-se duas coisas:

1 - Haverá empresas que entregarão ao trabalhador os 7% que anteriormente entregavam ao estado para que seja o trabalhador a entregar ao estado essa quantia, haverá empresas que não o farão. Umas poderão ou não*, outras porque, podendo, não quererão.

2 - Vamos ver se os sindicatos explicam aos trabalhadores que essa possibilidade está em cima da mesa.

* Arrecadando esses 7% a empresa pode melhorar, de facto, melhorar a sua competitividade.

Sem comentários: