terça-feira, 5 de março de 2013

Morreu o tirano Hugo Chavez



Morreu Hugo Chavez, um dos mais abomináveis tiranos dos nossos dias. Morreu o idiota que transformou um país próspero numa terra de pobreza e miséria.

9 comentários:

Anonymus disse...

Só uma dúvida?
Foi ainda maior ditador do que o Salazar (que tinha campos de concentração, prisões políticas, polícia política, ausência de eleições) e do que Pinochet (que matou e fez desaparecer 3900 chilenos e roubou ao erário público 25 milhões de dólares, que pôs em contas pessoais na Suíça)?

RioD'oiro disse...

Obviamente sim.

Chavez abardinou um país inteiro. Instalou milícias, instalou o mercado negro, os assassinatos tornaram-se coisa trivial, etc.

"Chávez herdou o país numa fase em que o preço do petróleo subiu à estratosfera, no entanto, de toda a fortuna que o ouro negro gerou, em vez de transformar a Venezuela num país de primeiro mundo Chávez distribuiu o que não lhe pertencia ajudando ditaduras ou republiquetas falidas, como as de Cuba, Bolívia, Nicarágua, Equador, Argentina, sem contar com o gasto faraônico em compra de armamentos à Rússia, China e Irã. Transformou o país numa terra de ninguém, aparelhou todos os estamentos do Estado com cubanos e iranianos, abrigou os terroristas das FARC e ELN, distribuiu dinheiro clandestinamente para apoiar eleições de “camaradas”, deu o ouro da Venezuela para a China e o urânio para Ahmadinejad fabricar suas bombas."

http://notalatina.blogspot.pt/2013/03/o-que-espera-venezuela-com-morte-de.html

Anonymus disse...

E o que o homem não faria mais se não tivesse morrido.
Eu no seu lugar estava tristíssimo, pois a Venezuela arrisca-se a mudar de rumo; nesse caso o dinheiro do petróleo volta a servir para alimentar a clique «democrática» anterior, através da compra de empresas petrolíferas no Texas.
Já há muita experiência acumulada que fez as pessoas votarem no populista Chávez.
E nessa possível situação futura o Fiel Inimigo fica sem assunto, pois não pode criticar os seus.
A «liberdade» de expressão de que goza não lho permite.
Já com o Chávez tinham sempre assunto.
Que pena a morte do homem.

RioD'oiro disse...

A sua inquietação é muito enternecedora. Fique com ela.

Streetwarrior disse...

...Fogo, eu até fiquei arrepiado de ver aqueles milhares de pessoas nas ruas, controladas pelas milicias de Chaves de arma em punho para quem não fingisse a tristeza pela morte do ditador, era abatido logo ali em frente ás cameras, para que o respeitinho pelo dictador se mantivesse.

Vamoms lá a ver, se este não se vende agora, a mesma "trupe" que irá devolver de novo, o dinheiro do Ouro negro aos pobres.

Li e ouvi de tudo acerca de Chaves, desde assassino, ditactor, anti-democratico,vil,corrupto enfim...pena é que as imagens nas ruas, não corroburassem as frases.
Que pena...

RioD'oiro disse...

Caro Streetwarrior,

Viu? Eu também. Aliás, a Venezuela ocupa o 9º lugar em violência, com 44.7 mortes por 100.000 habitantes.

O Brasil ocupa o 19º com 28.5.

http://www.worldlifeexpectancy.com/cause-of-death/violence/by-country/

RioD'oiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
RioD'oiro disse...

Em violência premeditada, a Venezuela ocupa o 6º lugar com mais 50% que a África do Sul, mais do dobro que o Brasil.

RioD'oiro disse...

Tinha-me esquecido:

http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_intentional_homicide_rate