quinta-feira, 9 de maio de 2013

Provedor de Justiça demonstra extrema incompetência

O provedor de Justiça, Alfredo José de Sousa, deveria demitir-se de imediato por manifesta incompetência em perceber a sua função.

O Provedor de Justiça existe para defender as pessoas das arbitrariedades do estado. O país está a sofrer horrores em resultado do enorme elefante branco que o estado se tornou. A economia não aguenta o estado que tem porque este gasta tanto que arrasa qualquer hipótese da economia de desenvolver.

O iluminado Provedor de Justiça, incapaz de compreender qual sua relação com a função e com o país que, de rastos, o sustenta, deve apresentar, de imediato, a sua demissão.

Sem comentários: