quinta-feira, 6 de junho de 2013

E vão dois! Para que não haja dúvidas sobre todos os possíveis desenvolvimentos.





Autoridades de Moscovo descobriram uma autêntica cidade clandestina, com casino, cinema e local de culto, montada num antigo 'bunker'.

A polícia russa descobriu ontem que um antigo bunker subterrâneo estava a ser usado como uma minicidade onde viviam e trabalhavam imigrantes ilegais, segundo revela o jornal "The Moscow Times".

A BBC relata que os imigrantes produziam lâminas e agulhas para máquinas de costura. Porém, o jornal russo diz que no espaço sem luz do dia também eram fabricadas roupas.

O antigo bunker funcionava como uma pequena cidade e abrigava mais de 200 imigrantes clandestinos. O espaço abrangia um total de 200 hectares (cerca de 200 campos de futebol...), tinha quartos, espaço para restauração, um café turco com churrasqueira, cinema e até um casino de poker.

Os seus habitantes, maioritariamente de origem asiática, viviam como se estivessem numa cidade normal, mas sem sol. A estação de televisão britânica diz que o sítio tinha, inclusive, um local para o culto islâmico.

As autoridades russas suspeitam que os imigrantes ilegais nunca vinham à superfície e sobreviviam com mantimentos levados pelos grupos que os mantinham escondidos e isolados no subsolo.

bunker foi construído num terreno onde antigamente funcionava um mercado, entretanto fechado em 2009.

Já em 2011 as autoridades russas tinham desmantelado outro bunker idêntico, usado para o mesmo efeito. 

1 comentário:

EJSantos disse...

Isto só na Russia (por enquanto)