sábado, 8 de junho de 2013

Piaget, o construtivismo imbecilizante e os "jovens mais bem formados de sempre"



Em tempos, aqui no jardim de Ramiro Marques e no outro, o ProfBlog, tive enormes sarrafuscas com militantes do imbecil-colectivo e nessas refregas (as mais iniciais) eu desmascarava (sem espantar a caça referindo construtivismo) a neo-semântica e neo-hermenêutica empregue pelos miliantes do construtivismo.

Crato sabe o que faz e os sindicatos respondem já não pelas mordomias (embora pareça ser essa a arma de arremesso) mas porque lhe estão a por em causa o projecto de imbecilização colectiva. A coisa hoje é quase completamente polítco-ideológica e os marxistas andam de cabeça perdida. Mais uma vez a generalidade dos professores parece baratas-tontas não sabendo onde estão e ao que andam. A imbecilização, neles, resultou, como já resultou, pelo menos, numa inteira geração - os tais "jovens mais bem formados de sempre" que ... nada sabem fazer e nada percebem do mundo em que vivem.

1 comentário:

José Gonsalo disse...

Político-ideológica...? Hmmm... Bem, se não esquecermos os postos-chave; as edições escolares passadas, presentes e futuras... enfim, umas lecazitas pelo meio...