quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Da zenital superioridade da medicina cubana

Compreende-se. Em Cuba não há colares cervicais.

A "médica" pensa que o zingarelho é para ser aplicado na cabeça ...!!!

2 comentários:

Antonio Cristovao disse...

talvez não seja politicamente "conveniente "mas Cuba é o unico país da America Latina que tem indices de desenvolvimento (UN) indentico aos paises europeus. E para quem gosta de se envergonhar aconselho a verem as posições e manifestaçoes da ordem dos medicos brasileiros contra os medicos cubanos que aceitaram postos que os medicos brasileiros recusaram. Até me tem feito campanhas lideradas pela OM daqui em epocas passadas.

RioD'oiro disse...

Onde vai o caro buscar essa ideia peregrina sobre um país onde o salário médio é 1/100 do salário mínimo de Portugal e onde os "médicos" nunca viram um colar cervical?

Não há manifestações contra o médicos cubanos, há contra "médicos" cubanos, na verdade pobres desgraçados que nas garras do regime repartem a sua actividade entre saber como se instala um colete cervical e difundir propaganda marxista.

Se os médicos cubanos querem ir para o Brasil, porque se mete o regime no negócio? Que tem o regime a ver com isso?

Os médicos brasileiros não se deslocam para o interior porque lá não há meios auxiliares de diagnóstico, desconhecidos para os médicos cubanos por serem inexistentes em Cuba. Não deslocam ainda porque nessas zonas está instalada a revolução marxista de ocupação e queima de colheitas e infraestruturas para que terrenos sejam entregues a quem não passa pela cabeça viver que não seja à custa da "bolsa família".

Quer mais pormenores ou basta assim?