sábado, 26 de outubro de 2013

Jornalismo e propaganda

Como uma manobra de propaganda de jornalismo indignácaro é desmontada pelos próprios factos e como a "jornalista" Raquel Amado e o Correio da Manhã não têm escrúpulos em usar a senhora como carne para canhão.


2 comentários:

José Gonsalo disse...

Vi isto, na altura. Escrúpulos é algo cada vez mais raro. E jornalismo também.

José Gonsalo disse...

Vi isto, na altura. Escrúpulos é algo cada vez mais raro. E jornalismo também.