segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Do reino dos maoistas requentados

Trump começou a delinear aquilo a que o resto do mundo se terá que adaptar face ao futuro comportamento dos EUA e Durão Barroso ao ver cortadas as suas aspirações a um posto na ONU acusou o toque. Ninguém o mandou pensar que o resto do mundo o aceitaria ao comando dos palhaços.

domingo, 30 de agosto de 2015

A Europa é de fugir

Alberto Gonçalves:

"Quando um branco mata um negro, como às vezes acontece com alguns polícias excessivamente nervosos nos EUA, a sentença popular é imediata: trata-se, obviamente, de racismo. Quando, como aconteceu na quarta--feira, um negro mata dois brancos, filma os homicídios e despeja tudo no Twitter para efeitos de consagração, a coisa complica-se: o homem, para cúmulo, gay, era capaz de ser vítima de discriminação, o que legitima parcialmente o crime. O resto legitima-se com o direito de posse de armas, pelo que há que julgar a Constituição e prender o revólver."

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Trump a caminho de também aplicar uma chapadona à "europa" socialista

Os "especialistas" em economia andam em bolandas à procura de razões que expliquem a queda das bolsas na "europa", China, etc.

Talvez devessem ver esta entrevista.

Se tudo correr bem (se a "europa", a reboque dos EUA, resolver liberalizar a economia e demolir Bruxelas) , serão novamente os EUA a salvar a "europa" da indigência socialista. Mais uma vez, a velha "europa" a ser salva pelos EUA.


sábado, 1 de agosto de 2015

Controlo da Internet

Nunca o marxismo suportou ou suportará a liberdade na Internet. Nunca o marxismo deixou de se infiltrar mesmo em organizações mais aparentemente liberais para tentar controlar a Internet.

Em Portugal, por exemplo, é conhecida a actividade terrorista do PCP organizando "ONG"s no Facebook, publicando artigos da mais elevada qualidade em imbecilidade para, sendo contraditados, promover colectivamente (os elementos do gang-ONG) a participação à Facebook por se tratar de apelo ao ódio, etc, etc. O sistema do Facebook é automático e trata de dificultar o acesso aos atrevidos. Evidentemente que há software para manter o registo dos contactos directos de cada membro do Facebook e uma nova inscrição pode ser feita repondo o status-quo anterior.

É conhecida a aberrativa legislação anti-spam de Portugal e a igualmente imbecil legislação "europeia" para "informar o utente sobre a política de cookies". O segundo caso redundou no aparecimento de filtros que removem os avisos, cuja principal utilidade é de cariz absolutamente fascista por pretender apenas tornar omnipresente a "autoridade" de Bruxelas.

Regularmente, aflora a hipótese de se tornar impossível a comunicação cifrada: