quarta-feira, 2 de março de 2016

kkk

É muito de pós-modernismo que os media insistam que o kkk não está, desde o seu aparecimento e até hoje, relacionado aos democratas.

Tudo começou no tempo de Abraham Lincoln, republicano, quando na guerra civil o sul foi derrotado e foi possível acabar-se com a escravidão.

Daí para cá, sucessivas campanhas para "compensar" os negros apenas têm resultado no abandono das políticas de igualdade de oportunidades impedindo os negros ao acesso às (mesmas) armas que lhe permitam ser pessoas como qualquer outra. Este cenário resulta no continuar no limbo dos coitadinhos protegidos pelo estado.

Esta política dos protegidos trás aos democratas voto garantido e aos negros a garantia que os democratas não se preocuparão, de facto, com eles, por serem votos em simbiose pela política 'comida para hoje fome para amanhã'.

A porra é que não se pode pretender viver cada dia da vida como se fosse o último e pretender-se vir a viver, ainda, o dia seguinte.