segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

A ciência aplicada à realidade demonstra não haver qualquer relação entre o aumento de CO2 e a actividade humana

Vai sendo tempo do governo demolir toda a legislação relativa ao "aquecimento global" seguida da demissão do infame ministro do ambiente.

A ciência, a da realidade (não a dos absurdos modelos computacionais), impõe-se face ao mundo dos aldrabões do "aquecimento global, alterações climáticas, rupturas climáticas".



O Orbiting Carbon Observatory revela finalmente a origem geográfica do CO2 que na atmosfera tem aumentado, ilibando completamente o tenebroso bicho homem, particularmente nas inerentes actividades civilizacionais industriais e energéticas.

Há que começar a julgar os aldrabões e remetê-los aos calabouços, começando por Al Gore, passando por toda a escumalha do IPCC e acabando no polvo "ambientalista" mundial.

É o segundo estudo à escala planetária que permite tirar reais conclusões. O primeiro foi este.

Sem comentários: