segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Terá alguma vez Marcelo Rebelo de Sousa percebido o que é liberdade?

Afirmou o Presidente da República:
«Arnaldo Matos ficará na memória de todos como um defensor ardente da liberdade e como um lutador pela causa da justiça social e dos mais desfavorecidos».

Diz-se o Portugal Profundo:
Um amigo meu gozou este pagode que a coligação socialisto-estalinista ergueu no País, sustentado também por cúmplices medrosos: «se o maoísta Arnaldo de Matos cá voltasse, até se sentiria insultado por o classificarem como «ardente defensor da liberdade»!...»

Entretanto, sobre similares lutadores pela liberdade:
Alguém sabe quantas declarações de solidariedade com o povo venezuelano foram feitas na noite dos Óscares?


.

sábado, 23 de fevereiro de 2019

O desígnio dos idiotas que mandam no ministério da "educação"

Exigir-se-á aos promitentes trabalhadores o certificado de habilitações. Quanto mais a pessoa tiver avançado no processo mais potencialmente se saberá que está contaminado pela cretinice, imbecilidade, estupidez. Será dada primazia ao que mais cedo tiver escapado ao processo. A antiga 4ª classe passará a novo doutoramento e a menos que a "europa" continue a despejar ouro sobre o nosso país, continuaremos a lutar para realcançar o nível desenvolvimento do período marcelista.

Paralelamente, o habitual coro de idiotas zurrará que os 'nossos' empresários têm baixas qualificações mas jamais esses 'especialistas' se aventurarão a constituir uma empresa sem a colaboração do pescoço do contribuinte.

....


Entretanto faleceu Arnaldo Matos, um dos locais e menos pacatos adoradores de genocidas.


.