domingo, 13 de setembro de 2015

"Os taxistas têm razão"


Têm, têm, têm ... O omnipresente "têm". Pena é que o tonto não perceba que os taxistas não pretendem deixar de "ter", mas que o mesmo seja aplicado aos outros.


Já terá ocorrido à sinistra e fascista figura que os clientes da Uber têm capacidade para decidir em que carro entram e em quem confiam?

1 comentário:

Luis Franco disse...

A esquerdalha anda muito incomodada com a uber.
Porque será?