segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Da "hecatômbica" derrota do governo

Anda para aí um reviralho do camandro e do catano porque, aqui D'El Rei, o governo tem que tirar ilações relativamente ao péssimo resultado dos "partidos do governo" nas autárquicas.

Desculpem lá mas estão a ver mal o filme. Se alguém está de parabéns é, justamente o governo.



Se ilações há a tirar é a de que os partidos do governo se aguentaram extremamente bem. Os resultados, em termos autárquicos (presidentes eleitos, etc) foram desastrosos, mas quanto a apoio popular há que tirar o chapéu aos partidos do governo porque a diferença de votação foi de -1.91%.

Se não se pretende misturar alhos com bugalhos projectando os resultados das autárquicas em termos de legislativas, muito bem. É o melhor. Mas se se pretende tirar ilações, olhe-se bem a excelente tendo em atenção o cenário em que vivemos. Pessimamente, vai o PS neste mesmo cenário por conseguir apenas +1.91% que os partidos do governo.

Pode ainda dizer-se que estes resultados em termos legislativos dariam uma diferença mais folgada ao PS porque se está a somar o PSD com o CDS. Tá bem (partindo do princípio que não concorreriam coligados). Mas do ponto de vista das ilações políticas, o governo saiu-se extremamente bem e o resto são soudbytes de comunicação social fascista.