sexta-feira, 5 de julho de 2013

Da presente crise a do tráfico em túneis de toupeira

A presente crise resulta da reacção dos 'cronys' nacionais face à resistência de Passos Coelho e, em especial, de Álvaro Santos Pereira, em continuarem a pactuar com empresas de regime.

Nesta perspectiva, esquerda e Portas (veremos se todo o CDS) estão no mesmo barco: continuar a sugar o contribuinte por interpostas empresas de regime e por "regulamentadores" de toda a estirpe.

No passado recente, até lobies do PSD se manifestaram por sentirem as suas "posições" postas em causa.

Nesta crise, o timming relativo a Gaspar é meramente instrumental. O que está em cima da mesa é uma ofensiva generalizada daqueles que de há muito vivem pendurados no contribuinte líquido.

Um dos lobies que mais assanhado se movimenta e por túneis de toupeira é o das "energias renováveis".

Não é de rejeitar a possibilidade de haver mesmo esquemas de chantagem directa. Alguns sinais têm aflorado.

1 comentário:

José Gonsalo disse...

Tirou-me as palavras do post!