quinta-feira, 28 de julho de 2011

Diz assim Nicolau Saião...


... num e-mail que me enviou:

Suscitado por um órgão de informação estrangeiro - que me "caçou" antes de eu poder ir embora para a praia - a dar a minha opinião sobre o caso acontecido na Noruega, respondi da maneira que segue:
Têm-se sucedido os "textos reflexivos" de doutos indivíduos ou de doutas nulidades sobre este Brevik e o seu acto.
Na verdade elas parecem mais aquilo que Eco chamava "expectativas de milagre".
Perplexos ante o horror que de repente lhes aparece na frente, desnorteadamente falam para lançar poeira em torno.
Na verdade, Breivik é uma resultante de anos de indiferença e calculismo (a que chamam tolerância) e de desleixo (a que chamam multiculturalismo). O criminoso, porque displicente e hipócrita, poder norueguês semeou um vento de laxismo - e agora colhe a tempestade do sangue. E continuam, desesperados, a chamar-lhe louco - quando ele é um produto sim do fanatismo islamita e da brutalidade burguesa, mesmo disfarçada de pacifista...
Tenham senso, folks!

Sem comentários: