quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Medina Carreira - OnO20

A crise desencadeada pelo endividamento.

A "europa" não arranca enquanto não resolver o problema da dependência energética.

A causa da crise resulta do modelo que assenta em benefícios que já não é sustentável sem crescimento económico.

O crescimento da "europa" foi decaindo ... 5, 4, 3, 2, 1, ...0!

O endividamento foi a resposta política para a satisfação das necessidades decorrentes do modelo europeu.

Endividamento significa que estamos a viver com dinheiro que os nossos filhos vão pagar. Nós estamos há 15-20 anos a beneficiar daquilo que os nossos filhos vão pagar.

Bate-se na parede quando se precisa obter mais dinheiro emprestado e ninguém quer emprestar.

Portugal não vai crescer em média 2% nem daqui a 30 anos. [Porra.]

O nosso mundo político e jornalistas consomem o tempo quase todo à volta de fait-divers (piegas, etc). É uma tremenda debilidade da nossa política.

A produção industrial da "europa" anda pelos vinte e tal por cento da produção mundial mas cairá para metade nos próximos 30 anos.

Aqueles que acham que os investimentos do estado são solução para o problema da economia portuguesa são os que nos endividaram até à raiz dos cabelos sem qualquer vantagem palpável.

É muito provável que os coronéis venham a retomar conta da Grécia. Ninguém põe dinheiro, por muito brilhante que seja a história de um país, para sustentar um povo que não quer reconhecer a debilidade em que se encontra.

3 comentários:

Freire de Andrade disse...

Medina Carreira continua a lembrar aos portugueses (aos poucos, mas cada vez mais, que o ouvem e acreditam nele) verdades inconvenientes. Claro que é difícil saber como reagir perante a crise, cuja origem é bem mais profunda do que o discurso corrente, mas a denúncia das causas é o primeiro passo necessário. Mesmo que o declínio do Ocidente seja inevitável, como parece provável e tem inúmeros antecedentes históricos, é importante procurar como mitigar esse declínio.

Go_dot disse...

A propósito de camionetas de dinheiro...

http://demonocracy.info/...

In our time, the curse is monetary illiteracy, just as inability to read plain print was the curse of earlier centuries.
- Ezra Pound

O Raio disse...

A Europa estaria melhor se a Alemanha pagasse as suas dívidas...

http://cabalas.blogspot.com/2012/02/defender-grecia-e-defendermos-nos.html