sexta-feira, 20 de março de 2015

Cuba e a farsa dos médicos

O governo cubano sabe que quando médicos cubanos escravizados vêm para Portugal serão submetidos a um exame na Ordem dos Médicos, exame que, mesmo com conhecimento prévio de que haverá exame, chumba 50% dos que lá aparecem.

No Brasil os "médicos" cubanos estão dispensados de qualquer exame.

Entretanto:


E que tem o governo português a dizer relativamente ao pagamento directamente ao estado cubano pelos médicos que aqui mantém em regime de escravatura?

quinta-feira, 19 de março de 2015

Como se faz da mentira profissão e se pretende sair em asas de querubim

Paulo Ralha vem hoje declarar que é de estado fascistóide que exista uma lista VIP nas finanças, sem nunca 'informar' se essa lista VIP bloqueava o acesso de inspectores aos dados dos VIP.

Depreende-se que, segundo o mesmo artista, não é fascistóide que centenas de inspectores estatais andem 'entretidos' a vasculhar as contas de alvos preferenciais.

quarta-feira, 18 de março de 2015

Da "lista"-anzol

Se a lista é oficial, oficiosa, subreptícia ou de outro qualquer tipo qualquer, claro ficou que os kapangas "progressistas" da CGTP infiltrados no estado se entretinham a praticar tiro aos pombos que ocupam lugares importantes no governo e no estado para efeitos de manipulação política directa ou indirecta, às claras ou às escuras. Pelo menos 100 submarinos dedicavam-se a esta querubínica actividade.

Trata-se de mais um esquema de corrupção escalpelizado na comunicação social como se se tratasse do contrário. É apenas uma variante da máxima: "para defendermos os interesses dos passageiros vamos
massacrá-los obrigando-os a andar a pé".






quinta-feira, 5 de março de 2015

Certificado: O IPCC na qualidade de gabinete marxista fascistoide

"This is probably the most difficult task we have ever given ourselves, which is to intentionally transform the economic development model, for the first time in human history.

This is the first time in the history of mankind that we are setting ourselves the task of intentionally, within a defined period of time to change the economic development model that has been reigning for at least 150 years, since the industrial revolution. That will not happen overnight and it will not happen at a single conference on climate change, be it COP 15, 21, 40 — you choose the number. It just does not occur like that. It is a process, because of the depth of the transformation."

Read more at http://libertyalliance.com/u-n-climate-chief-admits-goal-of-regulation-is-worldwide-redistribution-of-wealth/

A lepra na administração pública

Fica hoje claro que os submarinos marxistas-fascistoides "progressistas" instalados no estado usam o aparelho estatal, nomeadamente a informática, como arma de arremesso a todos os não marxistas-fascistoides, nomeadamente quem vive fora da teta do estado e é empresário, para, chantageando, 'refrear ímpetos políticos' e 'mobilizando boas vontades' para a defesa e financiamento das "boas causas".

segunda-feira, 2 de março de 2015

Compre à Segurança Social anos contributivos a preço de saldo e indígne-se contra quem não queira fazer o mesmo

Uma das coisas que os marxistas são incapazes é de fazer comparações. Não são exactamente incapazes, são vigaristas fingindo não perceber o que estão fartos de saber.

Pedro Passos Coelho não terá pago durante uns anos à Segurança Social e esse "facto" não passaria de um fait-divers não fosse a coisa grave mas ... ao contrário.

Já alguém reparou que da reparação do "grave facto" resulta:
1 - Que PPC 'comprou' 5 anos de descontos pelo preço mínimo?
2 - Que, a partir de hoje, todos os portugueses estão em condições de fazer o mesmo tipo de compra?

Os marxistas fascistoides (hoje são isso exactamente) andam indignadíssimos por Pedro Passos Coelho não ter pago, em devido tempo, as contribuições!!!!! Poucas coisas lhe trarão tanto rendimento quanto a recuperação dos tais 5 anos de descontos.

Churrasco instantâneo contra "aquecimento global"

Churrasco instantâneo graças a energias "renováveis". Tudo na defesa da diversidade biológica, da conservação da natureza, e, pátáti pátátá.

“Unfortunately, about two hours into the test, engineers and biologists on site started noticing “streamers” – trails of smoke and steam caused by birds flying directly into the field of solar radiation. What moisture was on them instantly vaporized, and some instantly burst into flames – at least, until they began to frantically flap away. An estimated 130 birds were injured or killed during the test.”


"Aquecimento global mata"

Para os paranóicos do "aquecimento global mata":

"· The relative mortality risk for each country is at a minimum between the 66th and 80th percentile of mean temperature. Nine of the twelve countries have an “optimum” temperature between the 72nd and 76th percentiles.

· For each country the relative mortality risk is substantially higher at the 1 percentile temperature (cold end) than at the 99th percentile (hot end)."

domingo, 1 de março de 2015

Pomada contra a urticária

Nestas coisas de socialistas (ou marxistas) há, grosso modo, três estirpes:

1 - As beatas caracterizam-se por seguirem a religião sem dela nada perceberem mas dizendo que sim a tudo o que lhes dizem e seja proveniente desta ou outra das estirpes. Não têm problemas de consciência nem deixam de ter porque é coisa que lhes passa ao lado.

2 - Os idiotas úteis sabem umas coisas cuidadosamente seleccionadas pelo topo da doentia pirâmide e estão convencidos que, chegados ao poder, o cavalgarão. Conhecendo apenas parte da história condimentada com falsa história, não se deparam com problemas de consciência.

3 - Os vigaristas, ao topo da pirâmide, sabem a história toda, sabem muito bem que são trafulhas e que vigarizarão todos os que os rodeiam, até, se possível os kamaradas vigaristas. Não têm problemas de consciência porque todo o bom vigarista é imune a esse tipo de coisa.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Tudo pelo dinheiro, nada por ganhar o dinheiro

A verdade é que o socialismo fascista cripto-comunista continua subrepticiamente a ganhar nesta encrenca do Sysriza. Não é o Syriza que está a ganhar, é toda a esquerdalha fascista que se acoita nesse tipo de movimento. Senão reparem.

Toda a discussão se centra na dívida e no continuar ou não da Grécia no euro. Nenhuma discussão vem à tona relativamente à estranguladora regulamentação do komissariado de Bruxelas.

Do PCP ao MRPP, todo o esquerdalho fascistoide defende que venha o escudo. O que nenhum defende é que a regulamentação seja atirada às fossas abissais.

A única coisa capaz de fazer retomar o caminho do crescimento não pífio de 1 ou 2% com que se embandeira hoje o vitorioso discurso da "europa" das boas "regras" é a incineração de 90% da regulamentação (não incluo nos 90% as regras orçamentais em causa). Nisso ninguém toca e o Syriza, como clara força fascista que é, igualmente nicles.