sábado, 8 de junho de 2013

António Costa diz que o estado tem dinheiro mas não lhe quer pagar os caros devaneios

Vejam só se é coisa que se faça:

«o Governo (veja-se bem a estuporada lógica da criatura) "não dá incentivos"»

Parece que o governo "tem" dinheiro que são seja oriundo do bolso do contribuinte ou de dívida a pagar pelo bolso do contribuinte.

Qual a diferença entre esta zenital ideia e a conversa de um escroque vigarista?

Mas, fique descansado o kamarada verdalho, o zenital "presidente" gastará do bolso do contribuinte, seja ele quem for, para manter o presidencial ego afagado.

Qual a diferença entre estes personagens e os habilidosos do BPN e BPP?

1 comentário:

José Gonsalo disse...

Não consigo perceber a pergunta. Como é possível falar-se sobre as propriedades e virtudes do que não existe?