domingo, 27 de novembro de 2011

O Insurgente - A maricagem revolucionária

Quando e onde trabalhar é fascista:
Não há nada mais fundamental do que ver estes dois vídeos publicados no 5 Dias. Em ambos, os piquetes de greve tentam impedir de forma ilegal aqueles que queriam trabalhar de o fazer. Toda a cena foi filmada na presença da polícia, sem qualquer tipo de ameaça. Que se saiba, nenhuma destas pessoas foi presa apesar de terem cometido uma ilegalidade. Enquanto os polícias, muito pacientemente, levam um por um cada um dos manifestantes ao colo para abrir caminho para os que desejavam trabalhar, eles lá vão gritando slogans anti-fascistas, como se houvesse algo de fascista em permitir que pessoas trabalhem em liberdade. Ansiosos pela violência policial que nunca chega, estes piqueteiros, sem senso de ridículo, desatam a gritar para as câmeras ao mínimo beliscão. Álvaro Cunhal e outros realmente torturados pelo antigo regime devem estar orgulhosos desta maricagem revolucionária.