quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

PRENDA DE ANIVERSÁRIO...



Para obter legendas em português escolher "dutch 100%"...

O meu querido filho completa hoje 28 primaveras. Para festejar a coisa, nada de melhor do que enviar-lhe um link do FIEL com o Grande Hans Teeuwen que ele tanto gosta. Em certos gostos é a 'cara' chapada do pai. As legendas fazem parte do curso de língua portuguesa que eu preparei especialmente para ele. Digamos que consegui juntar o útil ao agradável: Ver o Hans Teeuwen a descascar nos cristãos, nos judeus, nos muçulmanos e..... nos Hells Angels.

Não sei se repararam, mas para quem não reparou o Hans Teeuwen além de conferencista canta muito bem - ouvir aqui.

P.S. Já sei, esqueceu-se dos socialistas. Eu disse-lhe, mas ele acha que os socialistas não dão luta... 

15 comentários:

cabeça disse...

Carmo, parabéns ao aniversário do teu filho. O Hans Teeuwen, para alem de ser, de longe, melhor performer da Holanda, tem os tomates mais rijos do que, qualquer dos mais velhos queijos de "Edammer" se ele não se põe a pau! vai levar com uma coligação, entre cristãos, judeus, muçulmanos, indianos, e hells hangels, só para lhe limparem o cebo!!!. Porra que é demais! a palavra é uma arma, mas não a vi em suas mãos! desarmado em campo de guerra?! que outros deuses o protejam. Admirei a tua carinhosa prenda ao teu filho, mas afinal de contas, sempre és o que eu já sabia! és como eu!! um pai galinha.

O-Lidador disse...

Parabéns para o herdeiro.

E parabéns tb para o Hans, que não conhecia mas é impagável.
Num país como a Holanda, referir-se a Alá daquela maneira, é de um gajo os ter no sítio.

Os outros, não são perigosos. Uns protestos, umas criticas, e no pasa nada.

Carmo da Rosa disse...

cabeça disse: ”sempre és o que eu já sabia! és como eu!! um pai galinha.”

Nem me fales, uma frustração do caraças: quando queria ser não tinha tempo não me ‘deixaram’, digamos que tinha bastante concorrência da mãe, e agora que tenho tempo, já estão grandes demais para eu me pôr em cima a chocar…

Por falar em filhos (e filhas). Amanhã, por volta das 12:30 vem cá a filha do Zé trazer-me uns tinteiros que o pai tinha para mim. Não queres aproveitar para vir cá beber um Paulo Laureano para aquecer que está um frio de rachar?

O-Lidador disse: ”Parabéns para o herdeiro.”

Obrigadinho.

O Hans é realmente fantástico e por enquanto único: foi há tempos a Inglaterra, a Meca do humor, e resolveu dar conferências na língua local e teve um sucesso tremendo!

O-Lidador disse: ”Os outros, não são perigosos. Uns protestos, umas criticas, e no pasa nada..”

Precisamente. Dos católicos e dos judeus não é daí que vem o perigo, estão habituados a estas bocas e nunca ameaçaram ou mesmo processaram alguém, mas os outros dois grupos sociais é outra conversa…

P.S. Coloquei agora um link para uma cançoneta do seu último show que já tinha postado há uns dias atrás. Não sei se você viu, mas se não viu vale a pela porque sei que vai gostar da letra…

Des Contente disse...

Parabéns ao herdeiro, conheço essa frustração, cura-se com um neto,o meu filho mais velho arranjou-me uma há 3 meses, cheguei a ameaçá-lo (a ele e à irmã) que se não me fizessem avô lhes arranjava um ir-mão, ahahahah...
Comentei o "Maçonaria Trauma de Infância".

Abraço

Carmo da Rosa disse...

Des Contente disse: ” Comentei o "Maçonaria Trauma de Infância".”

Já li e vou responder. Melhor. Vou fazer um post. Já volto à carga.

Carmo da Rosa disse...

Em nome do meu filho que não conseguiu ou nao quis inscrever-se no Google para deixar um comentário.

Não consegui ir mais longe do que saber em que botões carregar para deixar esta mensagem! Apesar da minha descendência: filho de Carmo da Rosa (não do John de Wolf*), família afastada do Cristiano Ronaldo, ou seja, mesmo como meio-português, infelizmente não sou capaz de ler ou de falar português fluentemente.

Visto que esta mensagem era-me especialmente dedicada, gostaria de ter deixado um comentário (evidentemente porque isso me foi explicitamente pedido). Pai, aproveito para te agradecer (nem te enganaste na data do meu aniversário!), sabes muito bem que para mim o Hans Teeuwen é um herói.

Este sketch demonstra claramente que palavras têm mais força que actos: religiões que estão na origem de milhares de guerras são aqui aniquiladas verbalmente em cinco minutos sem fazer vítimas!

Obrigadinho e com amor

o teu filho.


------------------ // ---------------------

P.S. John de Wolf*. Esta referência do meu filho precisa de uma explicação. Por acaso tem a ver com religião, ou melhor, com a (pouca) educação religiosa que eu e a minha ex demos ao rapaz.

John de Wolf era nos anos 90 um famoso defesa-central do Feijenoord. Grande, cabelo longo e barba loira - uma figura atlética do Cristo. Mas só fisionomicamente, porque de carácter o indivíduo era mais marca Pepe ou então, um jogador precisamente da mesma época: Fernando Couto do FC do Porto…

Toda a gente sabe que na Holanda as janelas das casa são grandes e normalmente sem cortinados para deixar passar o pouco sol existente e demonstrar à vizinhança que não há nada a esconder.

Uma bela manhã saí de casa em Haia com o meu filho para fazer compras, que na altura (anos 90) teria 6/7 anos de idade. Ao passar em frente da janela de uma vizinha que tinha um enorme busto de um Cristo clássico, eu, sem parar, apontei para a janela e disse ao meu filho: olha ali Ivo, o John de Wolf…

O meu filho parou. Olhou durante uns segundos para a imagem e respondeu:

“Pai, não é nada o John de Wolf. Espera aí, eu sei, não digas…”

O-Lidador disse...

Mas ó primo, o Cristo não devia ser louro...

Sobre jogadores holandeses houve uma altura, na minha infância, em Angola, onde não havia televisão, em que passava as férias de Verão ou a jogar futeboladas de "brancos" contra "pretos" (era mesmo assim, as equipas distinguiam-se mais facilmente e ninguém punha conotações racistas, davamos-nos todos muito bem) num campo inclinado, ou a jogar futebol de carica, com os nomes e as cores das equipas e joadores, cuidadosamente recortadas e coladas à cortiça da carica. Eram horas a dar ao dedo.
E nessa altura sabia praticmente de cor e salteado os nomes dos jogadores holandeses que eram a minha selecção preferida.

Era o Neeskens, os Kherkof, Krol, Rep, Resembrinck, etc, e claro, o maior, o Cruijf.
Estamos a falar de 1973, 1974...

O-Lidador disse...

P.S. Também sabia os nomes dos jogadores todos da 1ª Divisão portuguesa, claro. Era toda uma ciência...

Paulo Porto disse...

CdR

1.
Parabens.

2.
O seu "curso" é bom. Se prestarmos atenção dá para perceber como se diz em holandês umas coisinhas, com o auxílio das legendas e associação ao inglês.

cabeça disse...

Carmo, por falar em filhos e (filhas). Ai não, que não ia! por um Laureano...? ia ia, mas não por ti!! és uma pouca vergonha, só agora é que me convidas??!! claro que estou esta noite ocupado, olha bebe um por mim. Um beijinho à Ana, há muito que não a vejo.

EJSantos disse...

Olá Carmo da Rosa.

Parabens ao teu filho; pelo aniversário e pelo Pai que tem.

Um abraço

Streetwarrior disse...

Carmo, Parabens ao Pai galinha e ao Filho.
Que conte muitos anos de saude e felicidade.

Carmo da Rosa disse...

O-Lidador disse: ”Mas ó primo, o Cristo não devia ser louro...”

Pois não! Muito pouco provável que fosse! Não quer escrever algo sobre este assunto?

O-Lidador disse: ”… jogar futeboladas de "brancos" contra "pretos" (era mesmo assim, as equipas distinguiam-se mais facilmente….”

Nem era preciso camisolas. Muito mais fácil de distinguir que lá no meu bairro, em que faziam desafios de futebol de solteiros contra casados que paravam no mesmo café. Você é que deve ter histórias fantásticas para contar lá das nossas ‘províncias ultramarinas’…

Aqui tem a fotografia do John de Wolf:

http://john-de-wolf.hyves.nl/#hub_threadlist_1=1&show_reactions_1=1&mb=1399684880.4.|35||6464|||19||654991|NKpvUXQG||8||1399684880|W9no|&__state__=1

Digamos que era o Fernando Couto do Feijenoord.

Carmo da Rosa disse...

Paulo Porto: ”O seu "curso" é bom. (…) dá para perceber como se diz em holandês umas coisinhas,:

Digamos que estou sub-repticiamente a preparar a viagem da redacção do FIEL à Holanda…

EJSantos: ”Parabens ao teu filho; pelo aniversário e pelo Pai que tem.”

Obrigadinho. O pai podia ser pior, mas o filho, como é parecido de caracter e tem mais ou menos os mesmos gostos do pai, come-se… Eh pá, e para quando uma visita a Amesterdão?

Streetwarrior: ” Parabens ao Pai galinha e ao Filho.”

Obrigadinho. E a garrafa de vinho americano, ainda está reservada?

Streetwarrior disse...

" Obrigadinho. E a garrafa de vinho americano, ainda está reservada? "

Aquela já não...eh eh
Mas, já lhe disse que só home de 1 só cara.
É só a ocasião se porpocionar (não confundir com prepúcio)e ela aparece...assim do nada.
Até porque para mim, o Poceirão, é já ali ao virar da esquina.
Com 14º...não há frio que penetre e por estes dias..é o melhor Benuron.
Pracase...hoje marcharam 2 livres de 7 metros,acompanhando um peixe-Espada preto grelhado...e logo a seguir,Sofá com ele que não se pode andar na Rua.
Aúúúúúúú