terça-feira, 28 de maio de 2013

Dos especialistas em demolições

Comentário de Tina, neste artigo, com chapelada:
Krugman é um economista tipicamente de esquerda, ou seja, aproveita-se do trabalho sério dos outros para implementar as suas “engenharias” económicas. Neste caso, aproveitou-se de um dólar forte para tentar mostrar que o Estado pode salvar a economia, ou seja, basta pedir dinheiro emprestado e gastar, gastar, gastar… No entanto, se o dólar não fosse tão forte, teria que pagar juros – como de resto quase todos os outros países – e as suas teorias iriam completamente por água abaixo. O que Krugman está a fazer, como qualquer político de esquerda, é destruir a obra dos outros, ou seja, neste caso o dólar.

Sem comentários: