quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Chavez-o-matemático

Chavez balbucia sobre as probabilidades de ser o sulfuroso império o culpado de vários presidentes da América do Sul terem cancro.

Curioso que não se tenha debruçado sobre a hiperbólica origem da 'razão' pela qual vários países do mesmo continente estarem doentes com esquerdilhice indignácara aguda.

6 comentários:

OF disse...

O primeiro a ter cancro foi o lider da oposição, Alejandro Peña Esclusa, que chavez mandou para a prisão sem ter direito a tratamento adequado.

profblogue disse...

Esta diatribe de Chavez é um indicador do estado lastimoso a que chegou o socialismo. Já não é só uma tragédia. É também uma comédia.

Sorge disse...

Do farol do capitalismo mundial que admitiu recentemente ter feito experiências biológicas com seres humanos na Guatemala espera-se qualquer coisa. Não percebo qual é o espanto do Chavez. É a civilização da barbárie e nada fica a dever ao III Reich.

RioD'oiro disse...

Caro Sorge,

Até nos hospitais portugueses isso acontece hoje. E quanto mais se recuar no tempo pior era.

RioD'oiro disse...

Caro OF,

Como se chamava aquele brasileiro perseguido (pela Google, PayPal, etc) até ao inferno por ter declarado não gostar de comportamento homossexual?

José Gonsalo disse...

Então e os charutinhos-emblema? E a cachacinha à discrição? E o runzinho?
O tipo não estaria bêbado?