quinta-feira, 16 de junho de 2011

Dos martúrbios VI - Linguagem de indignácaro

Os indignácaros debiraram esta iluminada prosa:
O objectivo do nosso grupo é promover uma colaboração mais estreita entre as Acampadas e movimentos de indigandos em Portugal, na Europa e no resto do mundo, assim como com outros movimentos sociais, nomeadamente através da circulação de ideias e propostas, estratégias de mobilização e protesto, e grupos e pessoas, com vista a promover uma aprendizagem recíproca que potencie uma democracia mais verdadeira. Pretendemos estabelecer contatos com o movimento de indignação que atravessa o planeta, criar uma plataforma internacional de debate, protesto, resistência e emancipação democrática, estimulando a partilha e o diálogo permanente. É urgente que a indignação que se espalha em tantas praças pela construção de uma sociedade mais justa e democrática seja feita à escala internacional. Partilha, Propõe, Participa!

Resumindo, querem aprender a colaborar, a fazer circular ideias, a fazer circular propostas, a circular estratégias de mobilização, a circular protestos (o orgasmo em burocracia), a fazer circular grupos e a fazer circular pessoas (querem borlas de transporte, mesa e cama lavada), e querem que a coisa seja recíproca. Para esse efeito querem contactos de outros equivalentes indignácaros para criar plataformas de protesto, resistência e emancipação democrática (querem apanhar boleia de outros indignácaros de todo o mundo)  estimulando a partilha e o diálogo permanente (diariamente e até caírem de lado). Tudo com indignácara urgência.

Basicamente, querem que os aturem, lhes dêem atenção. Que os aturem mas ... não pagam.

Sem comentários: