domingo, 5 de junho de 2011

Portas

Falar-se de Paulo Portas é falar-se de esqueletos. Oiçamos:
O importante é governar nos limites do que temos e poupando para futuro.

CDS com mais deputados que PCP e BE.

CDS e PSD cresceram, ambos, na mesma eleição.

PSD e CDS não têm qualquer interesse em crispar a relação como novo PS.

É progredindo que poderemos salvar a economia e postos de trabalho. Com greves não iremos a lado algum.

Não temos o direito de falhar nem margem de manobra para errar.

Sem comentários: