sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

CGTP-Energia

Não se percebe porque não avança a holding da CGTP, especialista em trabalho bem remunerado, para constituir uma empresa de comercialização da energia verde.

Se o fizesse libertaria as restantes empresas distribuidoras da comercialização de energia verde e, certamente, que a boa malta de esquerda em particular a que trabalha para o grupo empresarial CGTP seria indefectível cliente da CGTP-Energia.

O comum mortal, aquele que trabalha mesmo mal pago, contentar-se-ia com a energia não verde.

--------

Entretanto (via Luz Ligada) os cretinos do costume vêm agora dizer que se está a importar demasiada energia porque não chove.

A chuva faz falta, o que faz menos falta é o vento associado à chuva. Se houver vento as eólicas produzem e a caríssima energia é injectada na rede para ser paga pelo contribuinte via factura da energia. Quanto menos vento houver melhor.

Sem comentários: