quarta-feira, 21 de julho de 2010

Multiculturalismo


Em França a escumalha continua activa e a esquerdalhada recomenda-a.
.

20 comentários:

Anónimo disse...

O multiculturalismo existe sim em paises com inglaterra ou estados unidos por exemplo. Londres e nova iorque, tropeça-se a cada esquina com culturas e raças diferentes, e nada que se possa assemelhar a isto. O racismo, o pensamento unico o querer fazer dos outros o que nós somos, é próprio do continente europeu. Nada de novo.

Carmo da Rosa disse...

Interessante, tanto a notícia da AFP, que deu origem ao post, como o comentário deste último anónimo, parecem ter sido escritos por estrangeiros com a ajuda do computador Magalhães!!!

Que os Estados Unidos sejam mais multiculturalistas do que a Europa é compreensível, é um país de imigrantes. Mas isso não impede que de vez em quando tenham problemas muito comparáveis com o que está a acontecer em França…

Mas a Inglaterra! Tem a certeza caro anónimo? A velha Albion é um país dividido em castas! Com Lordes e tudo…

Agora afirmar que racismo é próprio do continente Europeu é dar provas de um egocentrismo helénico que roça o racismo….

Anónimo disse...

Esta rosa parece que ainda nem passou pelos anos 60, alguma vez tera ido a londres? se foi não viu nada.

Carmo da Rosa disse...

Anónimo, continua a usar o Google Translator para escrever os seus comentários?

É pena, porque não percebo patavina do que escreve!!!

Anónimo disse...

Eu acredito que não percebe patavina, o cerébro de algumas pessoas é limitado.

Esta percebe de certeza.

Carmo da Rosa disse...

” o cerébro de algumas pessoas é limitado. Esta percebe de certeza.”

Absolutamente, e logo a partir do seu primeiro comentário, mas por uma questão de educação não quis dizer nada…

Anónimo disse...

Ainda bem que percebeu, é a prova provada que nem todos os seus neurónios estão mortos. Agora vá tratar do canídeo.

Carmo da Rosa disse...

Não, está enganado, o que eu percebi logo de entrada é que você tem realmente certas limitações.

Por exemplo, se for obrigado, por razões que desconheço, a escrever um texto com mais de duas linhas engasga-se e mete os pés pelas mãos. Olhe, parece o canídeo que você quer que eu vá tratar…

Anónimo disse...

va, va, va dar banho ao cão

Carmo da Rosa disse...

”….va, va, va…”

Afinal o caso é mais grave do que eu pensava! Já se engasga ao escrever uma só frase?

Anónimo disse...

Ò homem não faça figura de idiota va dar banho ao cão, senão não ve a volta a frança em bicicleta.
va, va, va dar banho ao cão.
nem isto entende, é mesmo simplorio

Carmo da Rosa disse...

Insultar não melhora a qualidade do seu texto, pelo contrário, é um sinal de impotência – não em termos sexuais claro, mas é verdade que estas coisas geralmente estão interligadas…

Veja lá, agora não se vingue no canídeo da vizinha.

Anónimo disse...

va, va, va dar banho ao cão.

é dificil de entender?

Anónimo disse...

Explicando melhor homenzinho, a sua prosa, a sua maneira de ver os problemas, o mundo, é pobrezinha e simplista, assim como a de outros seus comparsas de blog, por isso não quero perder tempo a trocar comentários consigo sobre o que quer que seja. Acontece que como anónimo por vezes calha-me na rifa que o senhor comente os meus comentários, paciência, mas tenho que o mandar dar banho ao cão.

Carmo da Rosa disse...

Esquecendo por momentos o seu tom depreciativo e pedante, você teve um início prometedor: “Explicando melhor homenzinho”, mas depois não faz o que promete, não explica a ponta de um corno (sinceramente, também não estava à espera!), mas além disso, perde-se numa fraseologia chocha sobre a minha “prosa, a minha maneira de ver os problemas e o mundo”, que segundo a sua opinião “é pobrezinha e simplista”! Seja.

Pelos vistos você quer-me dizer, mas para isso precisava de saber escrever, ou simplesmente pensar de forma lógica – as duas coisas não são dissociáveis - que a SUA prosa é divina e a Sua maneira de ver os problemas e o mundo sublimes – fantástico, só que por enquanto, tenho muita pena, mas ainda não vi nada…

Continuo à espera…

” Acontece que como anónimo por vezes calha-me na rifa que o senhor comente os meus comentários”

O Senhor prefere que eu apenas leia os seus comentários - que por vezes me são dirigidos - mas não comente os seus? E porque razão, pode saber-se? Será somente por causa da prosa, que é pobrezinha e simplista?

Anónimo disse...

é pa não entendeu nada,

a ver agora

Va, va, va dar banho ao cão

Anónimo disse...

Já agora vou-lhe ensinar uma lógica

A cadeira tem pés, os pés têm unhas, quem tem unhas toca guitarra. Logo, a cadeira toca guitarra. certo?

percebeu. va dar banho ao cão

Carmo da Rosa disse...

Há poucos queria-me explicar, agora já me quer ensinar! Bem, pelos vistos estamos em franca progressão...

Anónimo disse...

ja deu banho ao cão

Anónimo disse...

Ó parolo, "há poucos". Vá aprender antes de dar lições de escrita.