sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Ouroboros


Ao estado a que Portugal chegou e face à cada vez maior impossibilidade em manter empresas vivendo legalmente, talvez seja o momento de passarmos todos para a economia paralela e deixar o governo e o estado comerem-se a eles próprios.

Sem comentários: